Fique com as principais notícias da ultima semana! 12/04/2021 a 16/04/2021 - Investing

Fique com as principais notícias da ultima semana! 12/04/2021 a 16/04/2021 – Investing

1. Guerra do Orçamento

2. Powell fala sobre economia

3. Alibaba ganha alívio com multa antitruste chinesa

4. Ações caem antes da temporada de balanços

5. Crise de Covid na Índia se aprofunda (mas demanda por gasolina aumenta)

6. De olho no Teto

7. Dados de inflação no radar; possíveis reações de compradores de títulos

8. Ações caem; Vix chega a atingir mínima de 14 meses

9. Chefe do CDC pede lockdown no Michigan

10. Petróleo mais alto antes do relatório da OPEP, API

11. Ameaças pairam sob o Orçamento

12. Calendário tem vendas no varejo, pedidos de seguro-desemprego

13. Bank of America planeja recompra de US$ 25 bilhões; lucros do Citi e do US Bancorp a seguir

14. Ações devem abrir em alta; Cathie mira na Coinbase, enquanto a TSMC alerta sobre a escassez de chips

15. Ativos russos tropeçam enquanto os EUA preparam sanções

16. Política no radar

17. Crescimento recorde da China decepciona

18. Ações devem abrir mistas; recorde do Nasdaq à vista

19. Vacinas de reforço anuais podem ser necessárias, diz CEO da Pfizer

20. Petróleo chega à maior alta em um mês


Segunda-feira, dia 12 de Abril de 2021.

1. Guerra do Orçamento

O Palácio do Planalto foi atropelado pela decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do STF, de determinar a criação da CPI da Covid-19 em um momento em que tentava fechar um acordo para o Orçamento deste ano e a negociação, que havia avançado nas últimas horas, regrediu, disseram fontes ouvidas pela Reuters.Após intensas conversas, o Palácio do Planalto havia chegado a alguns pontos comuns na noite de quinta-feira para tentar resolver o problema em que se transformou a aprovação do Orçamento.O Estado de S. Paulo aponta que o impasse em torno da proposta ganhou um novo capítulo com uma guerra de pareceres entre os poderes. Câmara e Senado se armaram com notas técnicas de suas respectivas consultorias para mostrar que o presidente Jair Bolsonaro pode sancionar o Orçamento sem vetos às emendas parlamentares. O Ministério da Economia, por sua vez, já prepara o próprio embasamento jurídico para recomendar veto à proposta como defende o ministro Paulo Guedes.


2. Powell fala sobre economia

A economia dos EUA está prestes a emergir da hibernação da Covid-19 em grande estilo, disse o presidente do Federal Reserve Jerome Powell em uma entrevista transmitida pela CBS no domingo.“Sentimos que estamos em um lugar onde a economia está prestes a começar a crescer muito mais rapidamente e a criação de empregos chegando muito mais rapidamente”, disse Powell na gravação, feita na quarta-feira. “As perspectivas melhoraram substancialmente. E esse é o caso básico.”Os comentários saíram um dia antes do último leilão de notas de 10 anos do Tesouro, que testará a capacidade do mercado de reconciliar o surto de crescimento esperado com as expectativas de inflação ainda modestas.Powell alertou que a pandemia ainda representa um risco para a economia dos EUA, dizendo que o uso contínuo de distanciamento social e uso de máscaras é “inteligente”. Os novos números de infecções nos EUA aumentaram constantemente nas últimas duas semanas.


3. Alibaba ganha alívio com multa antitruste chinesa

As ações da Alibaba em Hong Kong saltaram depois que a empresa anunciou uma multa antitruste de US$ 2,8 bilhões, atraiu a maior preocupação regulatória já enfrentada pelo gigante do comércio eletrônico.Acontece que a multa, aplicada por comportamento anticompetitivo com os lojistas em seu principal mercado, atingiu 4% da receita nacional anual, bem abaixo do máximo de 10% permitido por lei. O Alibaba também terá que pagar caro para "retificar" erros de conduta anteriores.Isso foi o suficiente para convencer os participantes do mercado de que a empresa apaziguou amplamente o Partido Comunista, depois de se tornar um dos principais alvos de uma campanha aparentemente destinada a cortar as asas de um setor de tecnologia cada vez mais influente.


4. Ações caem antes da temporada de balanços

Os mercados de ações dos EUA devem abrir em baixa nesta segunda, consolidando-se depois de fechar em novos recordes na sexta-feira, antes do início de uma temporada de lucros do primeiro trimestre.Por volta das 8h35, os futuros do Dow Jones, do S&P 500 e do Nasdaq 100 caíram por volta de 0,2%.As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem a Microsoft (NASDAQ:MSFT), que deve comprar o grupo de software de IA Nuance Communications (NASDAQ:NUAN) por US$ 19 bilhões, o que o tornaria o maior negócio do gigante da tecnologia desde o LinkedIn há cinco anos.


5. Crise de Covid na Índia se aprofunda (mas demanda por gasolina aumenta)

A rúpia indiana caiu para o nível mais baixo em mais de oito meses depois que o país registrou outro aumento nos casos de coronavírus.Os índices de ações Nifty 50 e BSE Sensex 30 caíram cerca de 3,5% para o patamar mais baixo desde o início de fevereiro, enquanto o dólar subiu acima de 75 rúpias.Os números vieram enquanto o mercado aguardava dados de inflação de março com alguma apreensão. A inflação anual deverá ter acelerado para cerca de 5,4%.O aumento teve um efeito estimulante sobre o consumo de petróleo, no entanto, com o consumo de gasolina subindo para um pico de quatro meses em março, enquanto as pessoas evitavam o transporte público em favor dos carros.Enquanto isso, melhores notícias sobre a pandemia no Reino Unido, onde a Inglaterra reabriu lojas não essenciais, cervejarias e áreas externas de refeições, em resposta a um declínio acentuado nas novas taxas de infecção.França e Alemanha também registraram uma aceleração acentuada nas campanhas de vacinação, com a França ultrapassando a marca de 10 milhões.


Terça-feira, dia 13 de Abril de 2021.

6. De olho no Teto

Os investidores brasileiros ficam de olho na tensão crescente com a questão do Teto de Gastos. Ontem à tarde, o jornal O Estado de S. Paulo disse, citando fontes, que o governo estaria elaborando uma Proposta de Emenda à Constituição para renovar os programas de combate aos efeitos da Covid-19 via crédito extraordinário, sem ter de acionar o estado de calamidade. Com isso, o texto estaria prevendo gastos fora do Teto.

Perto das 8h13, o (NYSE:EWZ, principal ETF brasileiro negociado no exterior, caía 1,22% após recuar até 1,7% nesta madrugada.


7. Dados de inflação no radar; possíveis reações de compradores de títulos

A taxa de inflação americana deve ultrapassar a meta de médio prazo do Federal Reserve pela primeira vez desde o início da pandemia. O índice de preço ao consumidor dos EUA para março serão divulgados às 9h30.

Espera-se que o IPC suba de 1,7% para 2,5% em fevereiro, já que o colapso dos preços do petróleo há um ano começa a exercer uma influência sobre os dados anuais. O IPC-núcleo, que exclui os preços de alimentos e energia, deve acelerar de 1,3% para 1,5%.O Federal Reserve advertiu repetidamente contra a leitura excessiva do que será um aumento inevitável nas taxas anuais devido a efeitos estatísticos. Falas dos representantes do Fed Mary Daly, Patrick Harker, Esther George e {{ecl- 1712||Raphael Bostic}} provavelmente devem repetir essas mensagens.Mesmo assim, os números criarão um cenário interessante para o leilão de títulos de 30 anos do Tesouro às 14h, horário de Brasília. A venda de 10 anos na segunda-feira foi absorvida de forma relativamente tranquila, com rendimentos aumentando apenas 2 pontos-base para 1,69%.


8. Ações caem; Vix chega a atingir mínima de 14 meses

Os mercados de ações dos EUA operam em queda com o início da temporada de balanços do primeiro trimestre sob os holofotes.

Às 8h47, os futuros do Dow Jones e do S&P 500 caíam 0,35% e 0,27%, respectivamente, enquanto os do Nasdaq 100 tinham uma queda menor, de 0,05%. Enquanto isso, o VIX, o "medidor do medo" de Wall Street, caiu para o nível mais baixo desde fevereiro do ano passado, a 17,92. No entanto, o índice voltou a romper os 18 pontos com a queda dos índices de futuros de Nova York.As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem as da Nvidia (NASDAQ:NVDA) e Intel (NASDAQ:INTC) (SA:ITLC34), já que o mercado continua a digerir as notícias de mudança da Nvidia para fazer seus próprios processadores de datacenter e sua nova parceria com a Amazon (NASDAQ: AMZN) (SA:AMZO34).


9. Chefe do CDC pede lockdown no Michigan

Rochelle Walensky, chefe do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, instou a governadora de Michigan, Gretchen Whitmer, a reintroduzir as restrições de lockdown para controlar o recente aumento de casos de Covid-19.Whitmer pressionou o governo federal nos últimos dias para acelerar a entrega de vacinas em seu estado, mas Walensky argumentou na segunda-feira que nem isso seria suficiente para nivelar uma curva de infecção que está aumentando drasticamente à medida que as pessoas desfrutam da liberdade recém-reconquistada de misturar. A taxa de infecção de Michigan voltou ao pico do inverno passado.A taxa de infecção dos EUA, medida em uma média móvel de sete dias, aumentou cerca de 27% desde seu ponto mais baixo há um mês, à medida que estados em todo o país relaxaram as restrições. Isso apesar do fato de que o programa de vacinação dos EUA também estar ganhando velocidade, com um recorde de 4,6 milhões de pessoas recebendo uma injeção no sábado.


10. Petróleo mais alto antes do relatório da OPEP, API

Os futuros do petróleo voltaram a subir acima de US$ 60 o barril em um cenário de rumores geopolíticos, antes de duas atualizações importantes sobre o estado do mercado no final do dia.A Organização dos Países Exportadores de Petróleo lançará seu relatório mensal sobre o mercado de petróleo, enquanto o API publicará a avaliação semanal dos estoques de petróleo e combustível dos EUA .Por volta das 8h50, os futuros do petróleo WTI subiam 0,45%, a US$ 59,98 o barril, enquanto o Brent avançava 0,57%, a US$ 63,64 o barril.


Quinta-feira, dia 15 de Abril de 2021.

11. Ameaças pairam sob o Orçamento