Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira - Investing.com

A Food and Drugs Administration, o órgão regulador de medicamentos dos EUA, divulga dados sobre a vacina da Pfizer (NYSE:PFE) (SA:PFIZ34) contra a Covid-19 dois dias antes da reunião que pode autorizar o medicamento para uso de emergência. A Tesla (NASDAQ:TSLA) (SA:TSLA34) planeja vender bilhões de dólares em ações, a Uber (NYSE:UBER) (SA:U1BE34) abandona projeto de carro autônomo e o petróleo está mais fraco diante dos dados de estoque mais recentes.


Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na terça-feira, 8 de dezembro.


1. Imunização com a vacina Pfizer começa; autorização da FDA pode sair esta semana

A Food and Drug Administration, ou FDA, deve lançar um documento de cerca de 100 páginas avaliando os dados dos ensaios clínicos da Pfizer/BioNTech (NASDAQ:BNTX) nesta terça-feira, antes de uma reunião na quinta-feira (10) para decidir se aprova o medicamento para autorização de uso de emergência.

Os EUA estão enfrentando o que poderia ser a pior emergência de saúde pública da história do país, de acordo com a coordenadora da força-tarefa da Casa Branca, Deborah Birx. O número de mortes pela doença, em uma média móvel de 7 dias, atingiu um novo recorde na segunda-feira (7), enquanto o número de internados também atingiu um novo recorde de mais de 102.000 pessoas.

Já o Reino Unido se tornou o primeiro país ocidental a iniciar um programa em massa de inoculações contra a Covid-19 usando a vacina desenvolvida pela Pfizer e pela BioNTech.


2. Uber corta unidade de direção autônoma

A Uber cortou o projetos para desenvolver um táxi autônomo por conta própria, reduzindo o investimento em tecnologia em mais de US$ 5 bilhões.

A empresa disse que fundirá seu Grupo de Tecnologias Avançadas com a startup de direção autônoma Aurora, junto com US$ 400 milhões em dinheiro, em um negócio que dará à gigante de transportes uma participação de 26% em um grupo avaliado em US$ 10 bilhões. A avaliação implícita de US$ 2,2 bilhões para a ATG se compara a uma avaliação de US$ 7,25 bilhões que a Uber colocou sobre ela no ano passado quando levantou financiamento privado da Toyota (NYSE:TM), Softbank (OTC: SFTBY) e Denso.

O CEO Dara Khosrowshahi disse que o acordo, que representa a mais recente alienação de um negócio negativo para a Uber, aceleraria seu caminho para a lucratividade. A ATG, junto com outros programas de tecnologia, contribuiu com cerca de US$ 104 milhões para uma perda antes dos impostos de mais de US$ 1 bilhão no terceiro trimestre.


3. Ações devem abrir em queda; Tesla, Palantir, JD (NASDAQ:JD) no radar

As ações dos EUA devem estender as perdas de segunda-feira com assombro em ações cíclicas seguindo a preocupação pela disseminação de medidas de bloqueio para enfrentar os retornos da pandemia.

A frustração com a falta de progresso no acordo de um pacote de alívio fiscal no Capitólio também contribui para a queda. Além das diferenças sobre o preço de etiqueta das medidas de socorro, o líder do Senado Mitch McConnell também se recusa a aprovar qualquer projeto de lei que não inclua disposições que protejam as empresas de processos judiciais por funcionários que contraem a doença no trabalho. Enquanto isso, os democratas da Câmara se recusam a retirar os pedidos de apoio aos governos estaduais e locais para cobrir os custos de lidar com a pandemia.

O Dow Jones Futuros e o S&P 500 Futuros caíam perto de 0,3%, enquanto o Nasdaq 100 Futuros recuava 0,04%.

As ações que provavelmente estarão em foco incluem a Tesla, que anunciou planos de vender até US$ 5 bilhões em ações; Palantir, que recebeu outro grande contrato do governo, e JD.com, cuja unidade de saúde disparou em Hong Kong na estreia no mercado.


4. Negociações do Brexit vão para o lado pessoal

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, deve viajar a Bruxelas para se encontrar pessoalmente com a Presidente da Comissão da União Europeia, Ursula von der Leyen, para tentar quebrar o impasse nas negociações sobre a relação comercial do par após o período de transição pós-Brexit terminar em 31 de dezembro.

Johnson disse anteriormente que "parece muito, muito difícil" conseguir um acordo, dado o que os dois chamaram de "diferenças significativas" em questões como pesca e ajuda estatal.

Os líderes da UE devem se reunir na quinta-feira, mas o acordo comercial com o Reino Unido não é a única questão em jogo. Os líderes de alguma forma precisam superar as diferenças com a Polônia e a Hungria, que ameaçam vetar o tão necessário Fundo de Recuperação de 750 bilhões de euros por insistirem que as doações e empréstimos do fundo estão vinculados ao cumprimento das condições relativas ao estado de direito. As relações da UE com as administrações conservadoras de ambos os países têm sido cada vez mais tensas pela erosão da independência judicial e de outras medidas nos dois países.


5. Petróleo mais fraco antes dos dados da API

Os preços do petróleo caíram novamente à medida que as preocupações com a propagação da pandemia novamente alimentaram um sentimento de baixa sobre as perspectivas de demanda.

O Petróleo Brent Futuros operava em queda de 0,35% a US$ 48,62, enquanto o Petróleo WTI Futuros caía 0,37%, a US$ 45,59.

O foco do mercado mais tarde será o lançamento do Panorama de Energia de Curto Prazo da Administração de Informações de Energia e a estimativa semanal dos estoques dos EUA do American Petroleum Institute.


Fonte: Investing.com

2 visualizações0 comentário