Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira - Investing.com


Investing.com - Donald Trump promete continuar brigando, mas efetivamente reconhece a derrota na eleição presidencial. Janet Yellen será a Secretária do Tesouro de Joe Biden. Bitcoin e ações chineses têm alta especulativa, enquanto os índices americanos devem abrir em alta com confiança em 2021. Dados dos estoques americanos de petróleo no radar, assim como notícias de que o lockdown no Reino Unido deve chegar ao fim em 2 de dezembro.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na terça-feira, 24 de novembro.


1. Trump admite derrota; Yellen cotada

O presidente Donald Trump reconheceu implicitamente a derrota eleitoral, autorizando sua equipe a conceder ao presidente eleito Joe Biden os recursos necessários para a transição de poder. Ele continuou a dizer via Twitter que não aceita o resultado, que foi efetivamente fechado na segunda-feira, quando o Michigan confirmou os números no estado.

A futura equipe de administração de Biden está tomando forma. Ele escolheu a ex-presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, para ser secretária do Tesouro. Se confirmada, ela será a primeira mulher na posição.

Ambas as notícias foram recebidas positivamente pelos mercados globais, que saudaram a clareza em torno da eleição e a perspectiva de uma política fiscal expansiva por parte da liberal Yellen.


2. Bitcoin, ações chinesas sobem em onda especulativa

O preço do Bitcoin ficou acima de US$ 19.000 pela primeira vez em três anos, seguindo as expectativas de um dólar mais fraco e de uma política monetária global expansiva.

LEIA MAIS: Nem Vacina Salva o Brasil

O Bitcoin subiu mais de 240% desde a mínima em março e 67% nas últimas seis semanas, ajudado pelo aumento gradual em produtos regulamentados posicionados no ativo alternativo, como também pela decisão do PayPal (NASDAQ:PYPL) (SA:PYPL34) de oferecer carteiras denominadas na moeda digital, recebendo o aval e a influência de uma marca globalmente reconhecida em pagamentos globais.

E não é o único ativo que vê altos fluxos especulativos, no entanto. As ações chinesas também registram o maior interesse de investidores de varejo desde a bolha de ações de 2015. Dado o entusiasmo entre os investidores de varejo chineses pelo Bitcoin, não é impossível que os dois movimentos sejam os dois lados da mesma moeda. A demanda por ativos alternativos na China está sendo ajudada por uma onda de inadimplência no mercado de títulos local, que corroeu a confiança em investimentos mais tradicionais.


3. Ações devem abrir em alta com balanços; confiança do consumidor do Conference Board no radar

Os mercados de ações dos EUA devem abrir em alta pelo segundo dia, à medida que a confiança no cenário de 2021 aumenta com o número crescente de vacinas que atingem a fase de aprovação, assim como com as perspectivas de uma política fiscal estimulativa no próximo ano. Isso pode ou não encontrar um eco no índice de confiança do consumidor do Conference Board, que será divulgado às 12h, horário de Brasília.

Perto das 9h14, o Dow Jones Futuros, o S&P 500 Futuros e o Nasdaq 100 Futuros avançavam 0,97%, 0,73% e 0,34%, respectivamente.

VEJA TAMBÉM: Ibovespa Futuro sobe sob otimismo do exterior com sinal verde de Trump à transição

Os futuros do S&P 500 subiram 0,8%, enquanto os futuros do Nasdaq tiveram novamente um desempenho inferior, com um ganho de apenas 0,4%, com os investidores continuando a girar para ações cíclicas.

Depois de um período de calmaria, a temporada de balanços volta ao ritmo com relatórios da Medtronic (NYSE:MDT) (SA:MDTC34), Best Buy (NYSE:BBY) (SA:BBYY34), Dollar Tree (NASDAQ:DLTR), Analog Devices (NASDAQ:ADI) (SA:A1DI34), Tiffany's (NYSE:TIF) (SA:TIFF34) e outros.


4. Reino Unido deve encerrar lockdown

O Reino Unido deve suspender o lockdown no país a partir de 2 de dezembro, mas o primeiro-ministro Boris Johnson disse que uma escala móvel de restrições sobre negócios e atividades sociais deve permanecer em vigor até março do próximo ano. Como resultado, muitas empresas, especialmente no setor de Turismo, estarão sujeitas a restrições operacionais mais rígidas do que antes.

A libra esterlina subiu com a notícia e testava a maior alta dos dois meses, mas foi retida por um aviso do governador do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, de que uma transição complicada pós-Brexit no final de dezembro seria "pior do que a Covid".

Na Europa continental, os mercados subiram com uma revisão em alta do crescimento do PIB da Alemanha no terceiro trimestre para 8,5%, de 8,2% inicialmente relatado. No entanto, o índice de clima de negócios Ifo mais oportuno e o índice de confiança do Insee francês para novembro caíram, embora menos do que o esperado.


5. Petróleo atinge a maior alta de oito meses com otimismo para 2021

Os preços do petróleo bruto atingiram uma máxima de oito meses, com o fortalecimento da confiança nas perspectivas de demanda para 2021.

No mercado de commodities, o Petróleo Brent Futuros atingiu o maior patamar desde março, a US$ 46,56, com otimismo pelo retorno da demanda. Perto das 8h, o contrato subia 0,91%, a US$ 46,48, enquanto o Petróleo WTI Futuros subia 1,22%, a US$ 43,5.

Na ausência de notícias importantes dos grandes produtores globais, o foco da terça-feira provavelmente será nos dados de inventário do American Petroleum Institute da semana passada. O mercado está avaliando os dados de 333.000 barris em estoques de petróleo antes do feriado de Ação de Graças, onde a mobilidade pode sofrer com a relutância em viajar devido à pandemia.


Fonte: Investing.com

2 visualizações0 comentário