Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta terça-feira - Investing

Investing.com - O mercado de ações faz uma pausa para respirar após um explosivo cabo de guerra entre investidores de varejo e vendedores a descoberto profissionais.

Na agenda, os balanços continuam, com Microsoft, General Electric , 3M e AMD.

O presidente Joe Biden indica que está disposto a ceder em seus planos de estímulo e os preços do petróleo recuperam o ímpeto antes da divulgação dos estoques da API.


Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na terça-feira, 26 de janeiro.


1. Diversão e GameStop

A longa guerra entre os investidores de varejo e os vendedores a descoberto de Wall Street explodiu na segunda-feira, com a GameStop (NYSE:GME), a Blackberry (TSX:BB) e a Express (NYSE:EXPR) - todas as ações fortemente vendidas - subindo, aparentemente por insistência de um fórum de usuários do Reddit chamado r/wallstreetbets.

As ações da GameStop terminaram o dia com um ganho de 18%, depois de subir até 141% no início do dia, mas continuam sendo fortemente vendidas a descoberto: o salto encorajou mais investidores profissionais a entrarem no mercado com recursos contra o exército de pessoas físicas que passou a dominar o mercado no ano passado.

De acordo com a Bloomberg, os gigantes dos fundos de hedge Ken Griffin, da Citadel, e Steve Cohen, do Point72, correram para resgatar a Melvin Capital, de Gabe Plotkin, um dos vários vendedores a descoberto que perderam o pé pelo aperto de short. Eles injetaram um total de US$ 2,75 bilhões na Melvin depois de perder cerca de 30% este ano.

As ações da GameStop subiram 16% no pré-mercado. As ações da Blackberry tiveram alta de 18%, mas a Express caiu 8,4%.


2. FMI deve atualizar previsões de crescimento; comércio mundial atinge níveis pré-pandêmicos

O Fundo Monetário Internacional irá atualizar as previsões de crescimento para o mundo às 10h, horário de Brasília. Espera-se uma revisão para baixo das estimativas devido à disseminação de novas cepas do vírus da Covid-19, que levaram governos ao redor do mundo a estender e apertar os lockdowns em vigor desde o ano passado.

No entanto, outros dados sugerem que pelo menos parte da economia mundial está prosperando. O volume de bens comercializados aumentou 2,1% em novembro, de acordo com dados do Bureau for Economic Policy Analysis da Holanda, ficando acima do nível de dezembro de 2019 pela primeira vez desde que a pandemia explodiu em fevereiro.

A produção industrial global também se recuperou para níveis pré-pandêmicos, graças aos consumidores que desviaram seus gastos de serviços para bens no ano passado.


3. Índices devem abrir mistos; confiança do consumidor, preços de imóveis no radar

Os mercados de ações dos EUA devem abrir mistos, com investidores mostrando sinais de preocupação no início da temporada de lucros.

Às 8h30, o Dow Jones Futuros, o S&P 500 Futuros e o NASDAQ Futuros caíam 0,1%, 0,2% e 0,4%, respectivamente.

Os comentários do presidente Joe Biden na segunda-feira, dizendo que ele estaria disposto a fazer alguns compromissos em seus planos de estímulo de US$ 1,9 trilhão, prejudicaram a confiança do mercado, colocando os investidores atentos a qualquer mudança de ênfase nos comentários do presidente do Fed, Jerome Powell quando ele explicar as últimas decisões políticas do banco central na coletiva de imprensa na quarta-feira.

O calendário de dados é dominado pelos preços de casas americanas, às 11h, e pelo índice de confiança do consumidor Conference Board às 12h.


4. Microsoft, AMD, GE e J&J divulgam resultados

A temporada de ganhos chega a todo vapor com divulgações antes da aberutra com uma série de gigantes industriais, enquanto a Microsoft (NASDAQ:MSFT) (SA:MSFT34) e a fabricante de chips Advanced Micro Devices (NASDAQ:AMD) (SA:A1MD34) atualizam os resultados para o Vale do Silício após o fechamento.

A General Electric (NYSE:GE) (SA:GEOO34) já relatou ganhos de 8 centavos por ação no trimestre, cerca de 10% abaixo das previsões de consenso, embora a principal métrica de fluxo de caixa tenha saído melhor do que o esperado. O mercado pode estar mais interessado, no entanto, no balanço da Johnson & Johnson (NYSE:JNJ) (SA:JNJB34), visto que a empresa está supostamente perto de anunciar os principais resultados dos testes de seu medicamento Covid-19. Notícias decepcionantes da Merck (NYSE:MRK) (SA:MRCK34) e do francês Institut Pasteur sobre suas vacinas experimentais na segunda-feira aumentaram as apostas para outras candidatas.


5. Petróleo sobe; API no radar

O petróleo bruto recuperou algum ímpeto depois de ser pego pela volatilidade geral dos ativos de risco na segunda-feira, com os dados holandeses sobre o comércio global fornecendo alguma garantia sobre a saúde da demanda global.

Perto das 8h30, os preços do Petróleo WTI Futuros


subiam 0,6% para US$ 53,07 o barril, enquanto o petróleo Brent avançava 0,5% para US$ 55,94 o barril.


O American Petroleum Institute divulga os dados semanais sobre os estoques de petróleo dos EUA às 18h30.



Fonte: Investing.com

2 visualizações0 comentário