Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta segunda-feira - Investing.com

Investing.com -- A disseminação do coronavírus desencadeou novas medidas de contenção na Europa, atingindo as ações globais. Assessores do vice-presidente Mike Pence testaram positivo para o vírus, enquanto as negociações de estímulo nos EUA permaneceram em um impasse. O Ant Group está mais perto de concluir seu IPO. As vendas de novas residências devem atingir um novo recorde em 14 anos. Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na segunda-feira, 26 de outubro.

1. Vírus se espalha ainda mais; conversas sobre estímulo ainda em impasse Os EUA registraram mais de 60.000 novos casos de Covid-19 no domingo, uma queda em relação aos registros diários estabelecidos na semana passada, mas ainda em alta em relação à semana anterior. Embora o alto número seja parcialmente explicado pela expansão dos testes, as hospitalizações, de pouco menos de 42.000, aumentaram cerca de 50% em relação ao mês anterior, enquanto a média diária de sete dias para mortes, de 885, também aumentou mais de 10% em relação a uma semana atrás. No fim de semana, a Casa Branca confirmou que vários assessores do vice-presidente Mike Pence haviam testado positivo para o vírus, lançando mais dúvidas sobre a capacidade do governo de manter o vírus sob controle. Pence, que negou a realidade até mesmo de uma segunda onda da pandemia no verão, indicou que não suspenderá suas atividades de campanha, faltando apenas oito dias para as eleições. A chance de um pacote de medidas de estímulo econômico, por sua vez, recuou ainda mais no fim de semana, com os dois lados se culpando (mais uma vez) pela falta de progresso.

2. Europa se assusta enquanto casos atingem recorde A Europa cambaleou ainda mais em direção a um bloqueio total quando a França - com apenas 20% da população dos EUA - registrou mais de 52.000 novos casos no domingo, ou quase 90% do número dos EUA. Enquanto isso, a Itália impôs um horário de fechamento nacional às 18h para bares e restaurantes, enquanto o governo da Espanha declarou um novo estado de emergência em todo o país (que pode permanecer em vigor por até seis meses). A rápida deterioração na situação da saúde pública ficou evidente no índice de clima de negócios Ifo, que acompanha o sentimento empresarial alemão. O indicador caiu mais do que o esperado, para 92,7 de 93,2. Algum alívio modesto veio da reação tardia aos anúncios de classificação da Standard & Poor’s no fim de semana. A S&P elevou a perspectiva sobre a dívida soberana da Itália de negativa para estável, deixando o rating de longo prazo em BBB. Também não alterou a classificação AA do Reino Unido, adicionando alguns comentários favoráveis ​​sobre a resposta flexível da política monetária e fiscal do Reino Unido à pandemia. Os rendimentos dos títulos italianos de 10 anos caíram quase 10 pontos base para testar baixas recordes

3. Ações devem abrir em baixa: SAP choca, AstraZeneca tranquiliza Os mercados de ações dos EUA deverão abrir marcadamente em baixa, com os investidores assustados com o aumento de casos de Covid-19 e a perspectiva de um inverno longo e difícil. Às 9h03 (horário de Brasília), os futuros do Dow 30 caíam 297 pontos, ou 1%, enquanto os futuros do S&P 500 caíam 1% e os futuros do Nasdaq caíam 0,8%. LEIA MAIS: Mercado Inicia Contagem Regressiva para as Eleições nos EUA Os mercados de ações da Europa caíram acentuadamente na abertura antes de se recuperar um pouco, à medida que a gigante do software de negócios SAP reduziu seu guidance de lucro de curto e médio prazo depois de aceitar que a pandemia terá um impacto mais duradouro nos negócios. Os mercados foram apoiados por notícias positivas da AstraZeneca (LON:AZN), que alegou que seu medicamento experimental para Covid-19 havia provocado uma resposta robusta no sistema imunológico de pacientes idosos em seu teste de estágio final.

4. China sanciona empresas de defesa dos EUA, Ant Group precifica braço de Hong Kong de IPO A China impôs sanções à Boeing (NYSE:BA); (SA:BOEI34) e à Lockheed Martin (NYSE:LMT); (SA:LMTB34) em resposta ao recente acordo dos EUA para vender armamento de última geração para Taiwan. A medida veio no momento em que o Partido Comunista da China inicia uma reunião de quatro dias para mapear suas prioridades para os próximos cinco anos. O evento está fechado para a imprensa, portanto suas conclusões podem ser conhecidas apenas no final da semana. Em outra frente, a Bloomberg informou que o Ant Group fixou o preço da perna de Hong Kong de seu IPO recorde em HK$ 80 por ação. O IPO está definido para ser o maior do mundo, com uma estimativa de US$ 35 bilhões em ações para serem adquiridos, e gerou uma corrida por ações entre os notoriamente exuberantes investidores de varejo chineses. O Ant Group reservou 80% da oferta dupla em Xangai e Hong Kong para investidores institucionais.

5. Vendas de novas casas e pesquisas regionais do Fed esperadas Os EUA apresentarão dados de vendas de casas novas para setembro às 11h. As vendas devem atingir 1,025 milhão, o nível mais alto desde os dias agitados do boom do crédito subprime em 2006, embora isso reflita uma desaceleração no crescimento mês a mês de mais de 4% em agosto para 2,8%. Também haverá pesquisas do Federal Reserve de Chicago às 9h30 e do Federal Reserve de Dallas às 11h30, conforme o foco se intensifica na reunião do comitê de formulação de políticas do Federal Reserve na próxima semana. A agenda de balanços também será relativamente leve antes de uma enxurrada de atualizações no final da semana, com a Hasbro (NASDAQ:HAS); (SA:H1AS34) já relatando resultados melhores do que o esperado. Twilio (NYSE:TWLO) e NXP (NASDAQ:NXPI); (SA:N1XP34) reportam após o sino de fechamento.


Fonte: Investing.com

Comentários (36)

2 visualizações0 comentário