Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quinta-feira - Investing.com

Investing.com - O discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, dá suporte aos títulos do Tesouro e ações e mantém o dólar sob controle.

Os presidentes dos EUA e da China têm seu primeiro telefonema, enquanto a Opep e a IEA divulgam as atualizações mensais sobre o mercado mundial de petróleo.


Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na quinta-feira, 11 de fevereiro.

1. Discurso de Powell

Os preços dos títulos do Tesouro se firmaram e o dólar permaneceu fraco durante a noite após o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, reiterar que não haverá retirada antecipada do suporte monetário enquanto a economia dos EUA se recupera da pandemia.

Em um discurso de apresentação na quarta-feira, Powell enfatizou a necessidade de a política monetária permanecer "pacientemente acomodativa", apontando repetidamente para os danos duradouros causados ​​pela Covid-19 ao mercado de trabalho.

“As taxas de desemprego publicadas durante a Covid subestimaram dramaticamente a deterioração do mercado de trabalho”, disse Powell, acrescentando que tanto as famílias quanto as pequenas empresas provavelmente precisarão de “apoio contínuo”.

O contexto para os comentários de Powell estará em evidência novamente às 10h30, horário do leste dos EUA, com a divulgação dos pedidos de seguro desemprego semanais.

Às 8h30, o dólar estava praticamente estável em relação aos principais pares, enquanto o rendimento do Tesouro de 10 anos caía 2 pontos base, para 1,14%.

LEIA MAIS: Daly, do Fed, diz ser improvável que banco reduza ritmo de compra de títulos em 2021-WSJ


2. Biden e Xi conversam

O presidente Joe Biden teve a primeira ligação com o homólogo chinês Xi Jinping, na véspera do feriado do Ano Novo Lunar para marcar o início do Ano do Boi.

Segundo a Casa Branca, Biden destacou a necessidade de a China abandonar práticas econômicas “coercitivas e injustas”, como o uso de mão de obra escrava, inclusive na província predominantemente muçulmana de Xinjiang. Ele também chamou a atenção para questões de direitos humanos em Hong Kong e repetiu o apoio dos EUA a Taiwan.

Xi recuou, descrevendo Taiwan, Hong Kong e Xinjiang como os "assuntos internos" da China, de acordo com o South China Morning Post.

As relações econômicas entre a China e os EUA devem permanecer um fator fundamental para os mercados mundiais, com o mundo ansioso para ver se Biden sinalizará alguma mudança substancial na política de seu antecessor, além de adotar externamente um tom menos agressivo e hiperbólico.

LEIA MAIS: EUA analisam mais restrições a exportações de tecnologia para China


3. Ações devem acompanhar comentários de Powell

As ações dos EUA devem abrir em alta novamente na quinta-feira, com o apoio da reafirmação do presidente do Fed, Powell, do compromisso em manter a política monetária frouxa. Qualquer dúvida de que o Fed pode ser forçado a retirar o estímulo antes do planejado foi diluída novamente na quarta-feira, depois que os dados de inflação ao consumidor de janeiro ficaram abaixo das expectativas.

Por volta das 8h30, os futuros do Dow Jones subiam 76,5 pontos, ou 0,25%, enquanto os S&P 500 futuros subiam 0,29% e os futuros do Nasdaq avançavam 0,42%.

ABERTURA: Ibovespa Futuros abre com leve alta de olho em nova rodada do auxílio emergencial

As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem Pepsico ({{NASDAQ:PEP) (SA:PEPB34), Kraft Heinz (NASDAQ:KHC) (SA:KHCB34) e Tyson Foods (NYSE:TSN) (NYSE:TSN), que relatam resultados trimestrais antes da abertura. Walt Disney (NYSE:DIS) (SA:DISB34) lidera a lista de reportagens após o fechamento.

CONFIRA: Calendário de IPO


4. Uber (NYSE:UBER) cai após trimestre decepcionante

As ações da Uber (SA:U1BE34) caíram 5% nas negociações de pré-mercado depois que a empresa de transportes relatou um conjunto de números decepcionantes para o último trimestre do ano.

Enquanto a receita de seu negócio de entrega de alimentos mais do que triplicou em relação ao ano anterior, a receita geral caiu 20% em relação ao ano anterior para US$ 3,17 bilhões, um pouco aquém dos US$ 3,58 bilhões esperados. O prejuízo líquido da empresa também foi marginalmente maior do que o esperado em 58 centavos de dólar.

O CEO do Uber, Dara Khosrowshahi, disse que a empresa se tornará lucrativa este ano, mas deu poucos detalhes novos sobre quando exatamente isso vai acontecer. Ele observou que o setor de aeroporto, que representava até 15% das reservas brutas antes da pandemia, levará tempo para se recuperar.


5. Relatórios da IEA e da OPEP

O Irã está novamente produzindo urânio metálico, que pode formar o núcleo das ogivas nucleares, disse o governo dos EUA na noite de quarta-feira. O desenvolvimento provavelmente complicará qualquer retorno ao acordo patrocinado pela ONU entre o país e o Ocidente e, consequentemente, qualquer relaxamento das sanções que prejudicaram as exportações de petróleo.

Os futuros do petróleo bruto dos EUA ignoraram as notícias, no entanto, caindo 0,8%, para US$ 58,22 na realização de lucros, após uma forte alta. O Brent caía 0,9% para US$ 60,93 o barril.

O relatório mensal da Agência Internacional de Energia teve pouco impacto, enquanto o da OPEP deve sair às 10h, horário de Brasília.


Fonte: Investing.com

2 visualizações0 comentário