Fique com as principais notícias da ultima semana! 26/04/2021 a 30/04/2021 – Investing

1.Reformas voltam ao radar

2.Commodities sobem com esperanças de recuperação, problemas climáticos

3.Crise da Covid piora na Índia

4.Ações devem abrir mistas; balanço da Tesla e dados de bens duráveis ​​no radar

5.UE se prepara para permitir que turistas dos EUA voltem

6.Reformas e CPI no Congresso

7.Lucros recordes da Tesla decepcionam

8.Reunião do Fed começa com expectativas em alta

9.Palladium atinge novo recorde à medida que a corrida de commodities continua

10.Opep revisa previsões de demanda para cima

11.Dança das cadeiras na Economia

12.Biden planeja expansão da rede de segurança social

13.Fed deve ignorar os altos preços das commodities

14.Ações americanas devem abrir em queda; balanços da Apple e do Facebook no radar

15. Goldman e Opep empurram o petróleo para cima

16. CPI da Covid puxa o foco em meio a números altos da pandemia

17. Grande trimestre para as Big Techs

18. PIB do 1T, pedidos por seguro-desemprego no radar

19. Fed faz rendimento dos títulos e commodities subirem; cobre se aproxima de US$ 10 mil

20. Big Oil está de volta, pelo menos na Europa

21. CPI da Covid avança no Congresso

22. Amazon fecha os resultados das Big Techs

23. China expande repressão à Internet

24. Zona do euro volta à recessão

25. Palladium bate novo recorde enquanto petróleo e cobre lutam


Segunda-feira, dia 26 de Abril de 2021.

1. Reformas voltam ao radar

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), informou neste sábado que um primeiro texto da reforma tributária será apresentado no dia 3 de maio, ao destacar que o objetivo da iniciativa é discutir e aprimorar a proposta com a sociedade."Como sinalização de que a política do cabo de guerra não vai alterar nossa missão, estaremos tornando pública na segunda-feira, dia 3 de maio, a versão inicial do texto da reforma tributária", informou Lira no Twitter.Enquanto isso, segundo O Estado de S. Paulo, nos bastidores, integrantes dos ministérios teriam começado a reclamar que gastos paroquiais de parlamentares foram privilegiados, em detrimento de investimentos estruturantes dos órgãos na sanção do Orçamento com um corte de R$ 29 bilhões entre emendas parlamentares, gastos com custeio e investimentos.Em coletiva concedida no Palácio do Planalto, o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, afastou o risco de apagão no funcionamento dos órgãos, mas especialistas consultados pelo jornal alertam que o risco existe.


2. Commodities sobem com esperanças de recuperação, problemas climáticos

Os preços do cobre atingiram o maior pico em 10 anos, enquanto a soja, o trigo e o milho comercializaram perto do maior patamar em oito anos com o pós-pandemia à vista.O cobre tem se recuperado durante todo o ano, mas a compra se fortaleceu nas últimas semanas, em antecipação à demanda da indústria automotiva, cuja transição para veículos elétricos se acelerou este ano.Os futuros de grãos, por sua vez, estão no pico dos últimos oito anos, mais devido a preocupações com o fornecimento de curto prazo. Outra onda de frio nos EUA atrasou o plantio de safras em várias regiões, o que provavelmente levará a colheitas reduzidas.


3. Crise da Covid piora na Índia

A Índia relatou o quinto dia consecutivo de novas infecções e mortes por Covid-19, com a alta sobrecarregando o setor de saúde, já com poucos recursos.O país registrou mais de 350.000 novos casos e 2.812 mortes na segunda-feira, e muitos analistas estimam que ambos os números são significativamente subnotificados, especialmente nas regiões rurais mais pobres do país. Proliferaram relatos de hospitais que estão ficando sem oxigênio para ventilar pacientes em terapia intensiva.

Com isso, os preços do petróleo bruto enfraqueceram devido às preocupações de que os crescentes problemas na Índia interromperão a redução dos estoques globais, atrasando o retorno do mercado ao equilíbrio. O contrato futuro do WTI caía 1,3% a US$ 61,33 o barril, enquanto o do Brent recuava 1,38% a US$ 64,52.

Já o Brasil registrou 1.305 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com dados do Ministério da Saúde divulgados no domingo, com o país chegando a marca de 390.737 óbitos decorrentes do coronavírus. Foram registrados também 32.572 novos casos de Covid-19, com o total chegando a 14.340.787 registros no país.


4. Ações devem abrir mistas; balanço da Tesla e dados de bens duráveis ​​no radar

Os mercados de ações dos EUA devem abrir de forma silenciosa mais tarde, antes de outra enxurrada de balanços e da última reunião de política do Federal Reserve no decorrer da semana. Os pedidos de bens duráveis ​​para março lideram um calendário de dados limitado.Às 8h50, os contratos Dow Jones futuros subiam 0,12%, enquanto os S&P 500 futuros e o Nasdaq 100 futuros caíam respectivamente 0,04% e 0,29%.

A Tesla encabeça o calendário de ganhos do dia, mas informa apenas após o fechamento. Espera-se que a empresa registre cerca de 74 cents por ação nos lucros e US$ 10,42 bilhões em receita, um aumento de 66% em relação ao ano anterior.

CONFIRA: Cotação de índices futuros globais


5. UE se prepara para permitir que turistas dos EUA voltem

Houve notícias melhores no front da Covid-19 no que diz respeito a viagens internacionais. A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse ao The New York Times que a UE pretende permitir que viajantes dos EUA totalmente vacinados entrem na região, algo que poderia impulsionar tanto as companhias aéreas americanas e empresas de pagamentos, como a maltratada indústria de turismo da Europa.A UE proibiu as chegadas não essenciais de fora do bloco por um ano. O relatório veio na véspera da Itália, um importante destino turístico, abrandando algumas de suas restrições de lockdown contra o Covid-19.Já Cingapura e Hong Kong concordaram em lançar um corredor de viagem entre suas duas cidades a partir de 26 de maio, com a diminuição das preocupações sobre a transmissão da Covid-19.


Terça-feira, dia 27 de Abril de 2021.

6. Reformas e CPI no Congresso

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, disse ontem que o primeiro relatório da reforma tributária será apresentado até a próxima segunda-feira (3). O parlamentar divulgou a data após se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na residência oficial da Câmara, e não descartou a possibilidade de fatiar o texto.Lira disse ter enviado um ofício ao deputado Agnaldo Ribeiro (PP-PB), relator da reforma tributária na comissão especial, com a data limite e prometeu engajamento institucional da Câmara dos Deputados para fazer a proposta avançar.Enquanto isso, a Justiça Federal do Distrito Federal concedeu liminar para determinar que o senador Renan Calheiros (MDB-AL) não poderá ser nomeado relator da CPI da Covid, na véspera da instalação da comissão de inquérito que investigará a atuação do governo no enfrentamento à pandemia de coronavírus.Na decisão, o juiz Charles Renaud Frazao de Moraes atendeu a pedido da deputada Carla Zambelli (PSL-SP), aliada do presidente Jair Bolsonaro, para barrar a escolha de Renan para o cargo.


7. Lucros recordes da Tesla decepcionam

A Tesla (SA:TSLA34) (NASDAQ:TSLA) relatou lucro recorde para o primeiro trimestre, mas as ações caíram 2% nas negociações após o fechamento do mercado devido a preocupações sobre a lucratividade de seu negócio de fabricação de automóveis. O lucro líquido reportado de US$ 438 milhões foi inferior aos US$ 509 milhões esperados.As perdas operacionais foram mascaradas por US$ 518 milhões em vendas de créditos regulatórios e um ganho de US$ 101 milhões na venda de cerca de 10% dos US$ 1,5 bilhão em Bitcoin. Enquanto as entregas mais do que dobraram, a receita aumentou "apenas" 74%, já que o Modelo 3 de margem inferior foi responsável por uma parcela crescente do mix de vendas.Mesmo assim, o Goldman Sachs (SA:GSGI34) (NYSE:GS) elevou o preço-alvo da ação para US$ 860 com base nos resultados.


8. Reunião do Fed começa com expectativas em alta

O Federal Reserve dá início a uma reunião de dois dias que não deve trazer nenhuma mudança na política, mas pode produzir uma alteração na ênfase da orientação do Fed, à medida que os sinais de uma recuperação se tornam cada vez mais claros.Segundo o Monitor da Taxa de Juros do Fed do Investing.com, a probabilidade de manutenção da taxa de juros no intervalo entre 0-0,25% é de 93,1%, contra uma possibilidade pequena de 6,8% de uma redução para níveis negativos entre -0,25-0%.Os investidores aguardam a decisão do Fed para guiar os negócios. Nesta terça-feira, os contratos futuros dos principais índices de Wall Street operavam estáveis, com leve alta de 0,01%, 0,08% e 0,09% para Dow Jones Futuros, S&P 500 Futuros e Nasdaq Futuros, respectivamente.Dois dos que nos últimos anos têm sido os bancos centrais mais sombrios do mundo deram o tom da noite para o dia: tanto o Banco do Japão e o Riksbank sueco elevaram suas perspectivas (embora nenhum deles tenha tirado o pé do pedal de estímulo) . Além disso, a Coreia do Sul relatou um crescimento mais forte do que o esperado de 1,6% e a confiança nos negócios italianos atingiu o nível mais alto em três anos.


9. Palladium atinge novo recorde à medida que a corrida de commodities continua

A alta das commodities continua, com os futuros do Palladium atingindo um novo recorde de US$ 2.951 a onça, em resposta à demanda de uma indústria automotiva ressurgente que - conforme indicado pelas vendas de créditos regulatórios da Tesla - ainda precisa trabalhar mais na redução de emissões.Enquanto isso, Milho e os futuros do trigo, em particular, foram ajudados pelos sinais das contínuas condições de seca aqui no Brasil, grande produtor de ambos os grãos.Os futuros do cobre também atingiram um novo recorde de 10 anos - outra expressão indireta do boom dos veículos elétricos - enquanto os futuros americanos da soja e do milho subiram mais de 3,5% nas negociações desta madrugada.


10. Opep revisa previsões de demanda para cima