Fique com as principais notícias da ultima semana! 14/06/2021 a 18/06/2021 – Investing

Fique com as principais notícias da ultima semana! 14/06/2021 a 18/06/2021 – Investing


1. Vacinação antecipada em SP

2. Reino Unido prepara golpe de reabertura

3. Ações em alta; de olho no Fed e no Banco Central

4. UE se prepara para venda de títulos de 10 anos

5. Petróleo perto da máxima de vários anos; viagens aéreas se recuperam

6. Auxílio e vacinas

7. Acordos comerciais

8. Despejo de dados

9. Bitcoin ultrapassa US$ 40.000

10. Petróleo continua forte; eleição iraniana no radar

11. Copom, energia e Bolsa Famíilia

12. Ações mistas antes do Fed

13. Biden e Putin se encontram

14. Petróleo sobe; estoques dos EUA caem

15. Pressão de inflação aumenta no BoE

16. Copom e votação da MP da Eletrobras

17. Fed assume um tom agressivo

18. Dados de desemprego nos EUA

19. Preocupações com cibersegurança

20. Preços do petróleo caem com dólar mais forte

21. Senado aprova MP da Eletrobras

22. Libra esterlina sob pressão

23. Ações recuavam antes de vencimento triplo

24. Visões diferentes de Bitcoin

25. Preços de petróleo caem



Segunda-feira, dia 14 de Junho de 2021.


1. Vacinação antecipada em SP

O governador de São Paulo, João Doria Jr., anunciou neste domingo (13) a antecipação do calendário de vacinação contra Covid-19, prevendo agora que toda a população acima de 18 anos no Estado receberá a primeira dose de imunizantes contra a doença até 15 de setembro.

Enquanto isso, o Brasil registrou neste domingo 1.129 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 487.401, informou o Ministério da Saúde. Também foram contabilizados, de acordo com a pasta, 37.948 novos casos de coronavírus, com o total de infecções no país avançando para 17.412.766.Já o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse na sexta-feira (11) que estão sendo realizados estudos para se ter "posições sólidas" sobre a possibilidade de flexibilização do uso de máscaras contra Covid-19, conforme havia pedido o presidente Jair Bolsonaro na véspera.Queiroga também informou, no sábado, que o Brasil receberá na terça-feira 3 milhões de doses da vacina contra Covid-19 da Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson (NYSE:JNJ) (SA:JNJB34), que serão aplicadas apenas nas capitais do país.


2. Reino Unido prepara golpe de reabertura

A confiança tem crescido na maioria das democracias ocidentais de que o pior da pandemia Covid-19 pode ter passado, à medida que os países reabrem com base nos programas de vacinação acelerados.No entanto, esse otimismo pode receber um golpe nesta segunda com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, previsto para discutir a retirada completa das restrições no país em 21 de junho. E isso em um país que tem obtido muito sucesso na vacinação de sua população.O ponto é que os presságios não são bons, pois a rápida disseminação da variante Delta, oficialmente uma "variante de preocupação", colocou esses planos em risco.O total de casos britânicos da variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia, saltou de 29.892 para 42.323, disse a Public Health England na sexta-feira, acrescentando que a variante atualmente é responsável por mais de 90% dos novos casos Covid-19.


3. Ações em alta; de olho no Fed e no Banco Central

As ações dos EUA devem abrir ligeiramente em alta nesta segunda, perto dos níveis recordes antes da reunião do Federal Reserve desta semana, ansiosamente esperada. O Banco Central do Brasil também revela a decisão de política monetária no mesmo dia.Às 9h07, os futuros do Dow Jones caía 0,07%, enquanto o S&P 500 e do Nasdaq 100 subiam respectivamente 0,04% e 0,32%. Já o EWZ, ETF que replica o Ibovespa em Nova York, avançava 0,55% na pré-abertura em Wall Street.A reunião de política do Fed provavelmente limitará as atividades no início da semana. O banco central não deve tomar nenhuma medida, mas os investidores se concentrarão no comunicado após a reunião de política econômica de dois dias, em meio a temores que os recentes saltos da inflação possam pressionar o banco central a começar a reduzir seu estímulo mais cedo do que o esperado.

A Tesla (SA:TSLA34) (NASDAQ:TSLA) deve estar no centro das atenções depois que o CEO Elon Musk tweetou no fim de semana que a fabricante de carros elétricos retomará as transações de bitcoin assim que confirmar que há um uso razoável de energia limpa pelos mineradoras da moeda digital.


4. UE se prepara para venda de títulos de 10 anos

O Banco Central Europeu deve manter as políticas monetárias acomodativas em vigor até que haja sinais claros de que uma recuperação está em andamento, apontou a presidente da autarquia, Christine Lagarde, em uma entrevista ao site Politico.“Precisamos realmente ancorar a recuperação. Sempre falamos em ancorar a inflação e não nos esquecemos disso. Mas a recuperação precisa ser firme, sólida e sustentável", disse.Com isso em mente, a Reuters informou que a União Europeia contratou bancos para uma venda de títulos de 10 anos, o primeiro a financiar seu fundo de recuperação, um passo crucial para a recuperação econômica do bloco.A venda será lançada na terça-feira, sujeita às condições do mercado, disse a Reuters, e é o início de até 800 bilhões de euros em emissão de dívida que vai apoiar concessões e empréstimos aos Estados membros - um ato sem precedentes de solidariedade fiscal por parte da UE que pode transformá-lo num importante mutuário europeu.


5. Petróleo perto da máxima de vários anos;

viagens aéreas se recuperamOs preços do petróleo bruto subiam, negociando perto das máximas de vários anos com a melhor perspectiva para a demanda, uma vez que o aumento da vacinação de Covid-19 empurrou as viagens globais de volta à normalidade.Às 9h10, o WTI avançava 0,69% para US$ 71,50 o barril, subindo para seu nível mais alto desde outubro de 2018, e em curso para um quinto avanço trimestral, que seria a melhor corrida desde 2010. Já o petróleo Brent subia 0,83% a US$ 73,27, em torno do valor mais alto desde maio de 2019.Ambos os contratos registraram ganhos de mais de 1% na semana passada, a terceira semana positiva consecutiva.Os viajantes aéreos diários dos EUA ultrapassaram 2 milhões pela primeira vez desde o início da pandemia, com o tráfego retornando aos níveis pré-pandêmicos na América do Norte e em grande parte da Europa, à medida que bloqueios e outras restrições estão sendo amenizados.Dito isso, a Agência Internacional de Energia previu na semana passada que a demanda global de petróleo se recuperará aos níveis pré-pandêmicos no final do próximo ano, em linha com uma previsão otimista da Organização dos Países Exportadores de Petróleo de que a demanda em 2021 aumentaria 5,95 milhões de barris por dia, um aumento de 6,6% em relação ao ano anterior.


Terça-feira, dia 15 de Junho de 2021.

6. Auxílio e vacinas

Os investidores ficam de olho nas negociações para a extensão do auxílio emergencial que, segundo disse o ministro da Economia, Paulo Guedes, ao jornal Valor Econômico, pode durar mais três meses.

Em meio às discussões da CPI da Covid do Senado que investiga, entre outros assuntos, a demora do governo federal em comprar vacinas contra o coronavírus para o Brasil, o presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e outras autoridades reuniram-se nesta segunda-feira (14) em audiência virtual com o presidente da Pfizer (NYSE:PFE) (SA:PFIZ34) da América Latina, Carlos Murillo. Segundo uma fonte citada pela Reuters, a reunião tratou da possibilidade de antecipação para junho de doses da vacina da Pfizer para o país.O Brasil registrou nesta segunda-feira 827 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 488.228, informou o Ministério da Saúde. Também foram notificados 39.846 novos casos de coronavírus, com o total de infecções confirmadas no país avançando para 17.452.612, de acordo com a pasta.Enquanto isso, o EWZ, principal ETF brasileiro negociado no exterior, operava estável no pré-mercado em Nova York.


7. Acordos comerciais

Os EUA e a União Europeia finalmente concordaram em encerrar a disputa de 17 anos por conta de subsídios de aeronaves à Airbus (PA:AIR) e Boeing (NYSE:BA) (SA:BOEI34).O acordo prepara o cenário para uma nova era de cooperação transatlântica, em um momento em que a China está disputando para substituir o duopólio de aeronaves civis Boeing-Airbus, com a fabricante aeroespacial patrocinada pelo Estado chinês Commercial Aircraft Corp, ou Comac, caminhando para se tornar um rival legítimo até o final da década.Às 9h12, as ações da Airbus subiam 0,43%, elevando o ganho este ano para 26%. Já as ações da Boeing, que subiram quase 15% no acumulado do ano, avançavam 0,38% no pré-mercado dos EUA. Os ADRs da Embraer (SA:EMBR3) subiam 0,42%.No mesmo espírito de cooperação, o Reino Unido e a Austrália chegaram a um acordo comercial, disse o ministro australiano do Comércio, Dan Tehan, na terça-feira, o primeiro da Grã-Bretanha desde o Brexit.


8. Despejo de dados

A atenção do dia está concentrada nas reuniões de política monetária dos EUA e do Brasil, que começam hoje e se encerram amanhã, com as respectivas decisões.Nessa linha, os EUA divulgam hoje o índice de preços ao produtor, que deve ter alta de 0,6% em maio em relação aos níveis de abril.Ano a ano, espera-se que o IPP tenha disparado 6,3%, o maior aumento desde que a agência estatal americana começou a rastrear os dados em 2010.


9. Bitcoin ultrapassa US$ 40.000

O Bitcoin, a maior criptomoeda do mundo em capitalização de mercado, está em alta novamente, ultrapassando a marca de US$ 40.000 pela primeira vez desde o final de maio.A principal fonte para este novo impulso é familiar: Elon Musk. O CEO da Tesla (SA:TSLA34)(NASDAQ:TSLA) sugeriu no fim de semana que a fabricante de carros elétricos poderia começar a usar a moeda digital como pagamento mais uma vez, apenas algumas semanas após descartá-la devido ao uso de energia supostamente inadequada envolvido em mineração.Às 9:14, o Bitcoin subia 2,4% para US$ 40.108,40, se recuperando e saindo da faixa de negociação recente, tendo caído de um pico recorde de quase US$ 65.000 em abril.


10. Petróleo continua forte; eleição iraniana no radar

Os preços do petróleo bruto subiam nesta terça, permanecendo perto das máximas de vários anos, já que a ameaça imediata de oferta adicional do Irã voltando ao mercado diminuiu.

Às 9h15, os futuros do WTI subiam 1,28% para US$ 71,80 o barril, enquanto o Brent avançava 1,11% para US$ 73,67.No entanto, um fator que pesa no mercado tem sido as discussões entre o Irã e as potências mundiais, incluindo os EUA, para reviver o acordo nuclear de 2015. Se for alcançado, os EUA podem suspender as sanções ao Irã que permitiriam ao país do Golfo Pérsico retomar as exportações de petróleo, potencialmente adicionando até dois milhões de barris de petróleo por dia para o mercado global.Dito isso, "parece cada vez mais improvável que veremos os EUA se reintegrarem ao acordo nuclear iraniano antes das eleições presidenciais no final desta semana", disseram analistas do ING em relatório.As eleições ocorrem na sexta-feira, e o favorito é Ebrahim Raisi, um crítico implacável do Ocidente que foi sancionado pelos EUA em 2019 por violações dos direitos humanos.


Quarta-feira, dia 16 de Junho de 2021.

11. Copom, energia e Bolsa Famíilia

A Super Quarta vem recheada de mais notícias, além da expectativa para a provável nova alta de 75 pontos-base na taxa básica de juros, a Selic, de 3,5% para 4,25%, pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom).Ontem, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou uma tarifa de R$ 6,24 por kwh por conta do estabelecimento do patamar 2 da bandeira vermelha, com o diretor-geral da agência, André Pepitone, declarando, no Senado, que o valor pode chegar acima de R$ 7 graças ao acionamento das termelétricas durante a pior crise de chuvas nos 91 anos em que são coletadas informações sobre a reserva das hidrelétricas.Já o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira que o novo Bolsa Família pagará R$ 300 em média para os beneficiários do programa. Em entrevista à SIC TV, afiliada da TV Record em Rondônia, ele citou que a inflação de produtos que compõem a cesta básica ficou "em torno de 14%", e alguns itens chegaram a subir 50%.


12. Ações mistas antes do Fed

A reunião de política do Federal Reserve de dois dias termina nesta quarta e o banco central americano deve manter as taxas de juros e as compras mensais de títulos inalteradas nos níveis atuais.

Mas o que o mercado está realmente procurando são pistas sobre como os dirigentes veem a inflação e a possível redução dos estímulos.

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, e seus colegas têm insistido bastante nos últimos meses que quaisquer pressões inflacionárias se provariam transitórias e que o banco central manteria em vigor a política monetária acomodativa até que a recuperação econômica estivesse firmemente enraizada.“Os investidores estarão atentos a qualquer indicação de que o banco está considerando diminuir o ritmo de compras de ativos”, disse Matthew Ryan, analista da Ebury. “Vemos a possibilidade de o presidente Jerome Powell declarar que o conselho começou a discutir um cronograma para redução gradual, mas um anúncio oficial é improvável até o final do ano, possivelmente setembro.”Assim, as ações americanas devem abrir mistas nesta quarta, em estreitas faixas de negociação antes do último pronunciamento do Fed, às 15h.Às 8h52, os futuros do Dow Jones e do S&P 500 caíam respectivamente 0,14% e 0,06%, enquanto os do Nasdaq 100 subiam 0,07%. Já o EWZ, ETF que replica o Ibovespa em Nova York, caía 0,41% na pré-abertura em Wall Street.


13. Biden e Putin se encontram

O presidente dos EUA, Joe Biden, e o presidente russo, Vladimir Putin, se encontram em Genebra nesta quarta, com expectativas baixas para qualquer avanço na primeira reunião desde que o presidente americano assumiu o cargo.As relações entre os dois lados esfriaram nos últimos anos, após a anexação da Crimeia da Ucrânia pela Rússia em 2014, a intervenção em 2015 na Síria e acusações dos EUA - negadas por Moscou - de intromissão na eleição de 2016, que trouxe Donald Trump à Casa Branca. Biden chamando Putin de "assassino" em uma entrevista no início deste ano não ajudou nas relações. Dito isso, há muito o que discutir.Ataques de ransomware por criminosos supostamente ligados à Rússia tiveram como alvo duas vezes a infraestrutura americana crítica, e Biden também estará interessado em discutir o envolvimento russo no Reino Unido, na Ucrânia, em Belarus e na Síria.


14. Petróleo sobe; estoques dos EUA caem

Os preços do petróleo bruto subiam novamente nesta quarta, com o Brent, a referência internacional, registrando o quinto ganho consecutivo com a queda dos estoques americanos e uma recuperação na demanda.Às 8h53, os futuros do WTI subiam 0,29% para US$ 72,33 o barril, após alta de 1,7% na terça-feira, enquanto o Brent avançava 0,43% para US$ 74,31.Os dados de estoques de petróleo bruto dos EUA, divulgados ontem pelo American Petroleum Institute, mostraram uma queda de pouco mais de 8,5 milhões de barris na semana encerrada em 11 de junho.Organismos importantes, como a Agência Internacional de Energia e a Organização dos Países Exportadores de Petróleo, previram que a demanda global por petróleo se recuperará no segundo semestre deste ano. No entanto, ainda é discutível até que ponto essa alta do preço do petróleo pode ir.


15. Pressão de inflação aumenta no BoE

O Federal Reserve não é o único banco central preocupado com os altos níveis de inflação. A Islândia deu o pontapé inicial na Europa Ocidental ao endurecer ativamente a política em maio, enquanto a Rússia também aumentou as taxas, e Polônia, Hungria e República Tcheca devem seguir o exemplo em breve.Os bancos centrais da Nova Zelândia e da Coreia do Sul solicitaram um prazo para a política monetária de emergência, enquanto o Banco do Canadá decidiu reduzir sua flexibilização quantitativa no mês passado.A pressão também está começando a aumentar no Banco da Inglaterra, com a inflação saltando inesperadamente acima da meta de 2% em maio, atingindo 2,1% enquanto o país reabre sua economia após os lockdowns contra o coronavírus.No final da semana passada, o economista-chefe do Banco da Inglaterra, Andy Haldane, disse que a economia do Reino Unido estava "indo à loucura" no momento, e o banco central pode precisar considerar a possibilidade de fechar a torneira de estímulo monetário para manter a inflação sob controle.


Quinta-feira, dia 17 de Junho de 2021.

16. Copom e votação da MP da Eletrobras

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central elevou a taxa básica de juros, a Selic, em 0,75 ponto percentual, de 3,5% para 4,25%. A decisão foi unânime e a magnitude da alta está em linha com a expectativa do mercado.O comunicado divulgado após a decisão retirou o trecho de "ajuste parcial" da política monetária, conforme também era aguardada pelo mercado. Agora, a autoridade monetária vê como "apropriada a normalização da taxa de juros para patamar considerado neutro". A próxima reunião será em 3 e 4 de agosto. Além disso, deixou em aberto a possibilidade de um aumento acima de 75 pontos-base caso haja uma "deterioração das expectativas inflacionárias".

Já o plenário do Senado começou a analisar ontem a Medida Provisória (MP) que permite a privatização da Eletrobras (SA:ELET3). O tema estava na pauta desta quarta-feira para ser discutido e votado, mas a demora na apresentação do relatório, a cargo do senador Marcos Rogério (DEM-RO), fizeram o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, determinar a votação nesta quinta.


17. Fed assume um tom agressivo

O Fed interrompeu o torpor de verão em que os mercados americanos haviam se acomodado, sinalizando nesta quarta dois possíveis aumentos nas taxas de juros no final de 2023, um ano antes do esperado.A autoridade monetária concluiu a reunião de política de dois dias mantendo as taxas de juros e compras mensais de títulos inalteradas, como amplamente esperado, mas novas projeções apontam 11 dos 18 dirigentes do banco central sugerindo dois aumentos nas taxas de 25 pontos base em 2023. Isso representou uma mudança abrupta de pensamento em relação à reunião anterior, quando nenhum membro pensava em altas antecipadas.Às 8h57, o dólar subia para níveis não vistos há cerca de dois meses, com o DXY, o índice do dólar, subindo 0,73% no dia para 91,79, enquanto o rendimento dos títulos do Tesouro americano de 10 anos negociavam a 1,57%, após atingir 1,59% não vista desde o início de março, ante 1,482% na quarta-feira.O Fed citou uma perspectiva econômica melhor para esta mudança de postura, com o crescimento econômico geral previsto para atingir 7% este ano, acrescentando que a pandemia de Covid-19, que agora dura 15 meses, não era mais um grande obstáculo para a economia dos EUA.Com isso, as ações americanas devem abrir em baixa nesta quinta, depois que a mudança repentina do Fed pegou os mercados de surpresa.

Por volta das 8h59, os futuros do Dow Jones, do S&P 500 e do Nasdaq 100 caíam 0,29%, 0,35% e 0,5%, respectivamente. O EWZ, fundo de índice que replica o Ibovespa em Nova York, caía 0,3% na pré-abertura.


18. Dados de desemprego nos EUA

Um dos fatores que contribuíram para que o Fed se tornasse mais agressivo foi a expectativa de forte criação de empregos ao longo dos meses de verão.O mercado terá a primeira visualização disso com os números de pedidos de seguro-desemprego semanais, às 9h30, horário de Brasília.O número de solicitantes iniciais do seguro-desemprego nos EUA caiu para 359.000 na semana que terminou em 5 de junho, o menor patamar desde o início da pandemia, e superou 376.000 na semana anterior.Espera-se que os pedidos contínuos caia de 3,49 para 3,43 milhões na semana que terminou em 12 de junho.


19. Preocupações com cibersegurança

Grandes interrupções na internet estão se tornando comuns. No início da quinta-feira, o banco central da Austrália, o serviço postal e vários bancos foram afetados por falhas na rede, interrompendo os serviços ao cliente e as transações financeiras.O Banco Central da Austrália foi forçado a cancelar sua operação para comprar títulos do governo de longo prazo devido às dificuldades técnicas.Além disso, os sites das principais companhias aéreas dos EUA, American Airlines (NASDAQ:AAL) (SA:AALL34), Southwest Airlines (NYSE:LUV) (SA:S1OU34) e United Airlines (NASDAQ:UAL) (SA:U1AL34) sofreram interrupções na manhã de quinta-feira, de acordo com o site de monitoramento Downdetector.Não está claro se esses dois eventos estão conectados. A interrupção da semana passada de vários sites importantes, incluindo o site do governo do Reino Unido e muitas agências de notícias importantes, foi atribuída a um problema no serviço global de hospedagem de sites Fastly (NYSE:FSLY).Um dos tópicos que o presidente dos EUA, Joe Biden, discutiu com seu homólogo russo, Vladimir Putin, em sua reunião em Genebra na quarta-feira, foi a segurança cibernética.Isso segue uma série de ataques de ransomware recentes, ligados a um grupo baseado na Rússia, incluindo um incidente em maio que fechou um oleoduto que fornecia combustível para grande parte da costa leste dos EUA.


20. Preços do petróleo caem com dólar mais forte

Os preços do petróleo caíam na quinta-feira, saindo das máximas de vários anos com o peso do dólar mais forte na esteira da reunião do Fed, compensando os sinais de aperto no mercado.Às 9h03, os futuros do WTI caíam 0,18% para US$ 72,01 o barril, após atingir o nível mais alto desde outubro de 2018 na sessão anterior, enquanto os do Brent recuaram 0,3% para US$ 74,18, caindo de seu nível mais alto desde abril de 2019.Os mercados de petróleo bruto dispararam este ano, apresentando ganhos acima de 40% com a recuperação da demanda da pandemia Covid-19, já que os programas de vacinação bem-sucedidos permitiram a reabertura das principais economias globais.Também, após o Fed, um dólar mais forte torna o petróleo precificado em dólares mais caro em outras moedas, potencialmente pesando na demanda.


Sexta-feira, dia 18 de Junho de 2021.

21. Senado aprova MP da Eletrobras

O Senado aprovou ontem a medida MP que viabiliza a privatização da Eletrobras com 42 votos favoráveis e 37 contrários. Por ter sofrido alterações em relação ao que foi aprovado na Câmara dos Deputados, em maio, o texto volta para nova apreciação dos deputados.Trechos incluídos na Câmara, consideradas matérias estranhas à MP original, foram mantidas no relatório do senador Marcos Rogério (DEM-RO). Dentre eles está o dispositivo que obriga o governo federal a contratar, por 15 anos, energia gerada por usinas termelétricas para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O relator adicionou à lista a região do Triângulo Mineiro. A energia termelétrica é mais cara e isso provocou divergências mesmo entre senadores favoráveis à política de privatização de estatais.Alguns senadores defenderam que a contratação de energia de termelétricas vai encarecer a conta de luz do brasileiro. “Toda essa cota vai operar a uma tarifa maior do que a do leilão. Portanto, a tarifa vai subir, mesmo que na conta de desenvolvimento energético sejam colocados alguns bilhões lá. A conta de luz vai subir. Essa é a realidade dessa MP”, argumentou Jean Paul Prates (PT-RN).O senador Marcos Rogério também manteve pontos que regulam leilões de energia e dispõem sobre obrigações das empresas estatais que precisarão ser criadas para a administração da usina de Itaipu e do setor de energia nuclear, que, por determinação constitucional, devem ficar sob controle da União.


22. Libra esterlina sob pressão

As vibrações positivas em torno da libra esterlina estão começando a desaparecer à medida que um aumento nos casos de coronavírus está atingindo o otimismo que saudou o programa de vacinação bem-sucedido do Reino Unido.A libra caía 0,27% em relação ao dólar americano às 09h07 na sexta-feira, para US$ 1,3881, o nível mais baixo desde o início de maio, e caindo 1,6% desde a reunião do Federal Reserve na quarta-feira.O país registrou mais de 11.000 novos casos de Covid-19 na quinta-feira, o maior número desde 19 de fevereiro, apesar de o país ter vacinado mais de 42 milhões de pessoas, ou cerca de 80% da população adulta, com ao menos uma dose, e mais de 30 milhões com duas.O problema tem sido o surgimento da variante Delta do coronavírus, descoberta pela primeira vez na Índia, que dobra o risco de hospitalização em comparação com a variante anteriormente dominante na Grã-Bretanha, de acordo com um estudo escocês.Este aumento já convenceu o primeiro-ministro Boris Johnson a atrasar a reabertura total da economia do país por um mês, enquanto as vendas no varejo caíram inesperadamente em 1,4% entre abril e maio.


23. Ações recuavam antes de vencimento triplo

As ações dos EUA devem abrir ligeiramente em alta na sexta-feira, mas em grande parte parecem definidas para uma semana de derrotas na esteira da mudança de postura do Federal Reserve.

Às 9h08, os futuros do Dow Jones, do S&P 500 e do Nasdaq 100 recuavam respectivamente 0,58%, 0,45% e 0,22%. O EWZ, fundo de índice que replica o Ibovespa em Wall Street, tinha alta de 0,82% na pré-abertura.

A decisão do Fed de apontar para aumentos das taxas de juros em 2023, um ano antes do esperado, tirou o brilho de grande parte dos mercados de ações, já que os investidores têm que começar a se ajustar à realidade sem as condições de financiamento muito fáceis.Com a agenda de indicadores esvaziada, o destaque de hoje é o vencimento triplo nos EUA, com opções e futuros sobre índices e ações prestes a expirar, o que pode levar a um dia de negociação volátil. Por aqui, é dia de vencimento de opções sobre ações.


24. Visões diferentes de Bitcoin

No início desta semana, o gigante bancário de Wall Street Goldman Sachs (NYSE:GS) (SA:GSGI34) divulgou um relatório que afirmava que as criptomoedas não são um "investimento viável", concluindo que o Bitcoin não é "uma reserva de valor de longo prazo ou uma classe de ativos para investimento".Essa é a visão de muitos, incluindo o governador do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, que alertou no início desta semana sobre a volatilidade das moedas digitais.No entanto, essa visão contradiz um relatório do mesmo banco de investimento, publicado em maio, que incluía a linha - "Bitcoin agora é considerado um ativo investível".É provavelmente justo dizer que a maioria dos gestores de investimento concorda com o primeiro ponto de vista. A Pesquisa Global de Gestores de Fundos do Bank of America de junho, divulgada esta semana, revelou que 81% dos gestores de fundos continuam a acreditar que o Bitcoin ainda está em um estado de bolha.Além disso, o Danske Bank disse na sexta-feira que manterá uma proibição impedindo a negociação de Bitcoin e outras criptomoedas em suas plataformas, acrescentando que revisaria sua posição novamente assim que o mercado de criptomoedas "amadurecer e for regulamentado".


25. Preços de petróleo caem

Os preços do petróleo enfraqueceram ainda mais na sexta-feira, continuando a cair na esteira de um dólar mais forte após a reunião do Federal Reserve, mas permanecem próximos às máximas de vários anos.Às 9h13, os futuros do WTI caíam 0,97% para US$ 70,35 o barril, enquanto os do Brent recuavam 0,99% para US$ 72,36.O dólar americano tem sido um dos principais beneficiários da mudança de tom do Federal Reserve, apontando para dois aumentos nas taxas de juros em 2023, um ano antes do esperado.

O índice do dólar americano, que acompanha o dólar contra uma cesta de seis outras moedas, atingiu uma alta de mais de dois meses na sexta-feira, e está a caminho de um ganho semanal de 1,5%, o maior desde setembro.Isso teve um impacto no mercado de petróleo, já que um dólar mais forte torna o petróleo precificado na moeda dos EUA mais caro em outras moedas, potencialmente pesando na demanda. Dito isso, as perdas foram limitadas e os dois contratos de petróleo de referência permanecem perto das máximas plurianuais, ainda em curso para terminar a semana praticamente inalterado.


Fonte: Investing.com

8 visualizações0 comentário