Fique com as principais notícias da ultima semana! 06/04/2021 a 09/04/2021 - Investing

Clique no tópico de seu interesse.


1.De olho no Orçamento.

2.China controla empréstimos bancários.

3.Criptomoedas atingem US$ 2 trilhões.

4.Cabeças rolam no Credit Suisse.

5.Recuperação do petróleo.

6.4 mil óbitos em 24 horas.

7.Atas e palestrantes do Fed no radar.

8.Onda de Covid-19 atinge rúpia indiana.

9.Ações devem abrir estáveis.

10.Petróleo dos EUA fica abaixo de US$ 60; estoques da EIA no radar.

11. Ameaça de interferência na Petrobras - de novo.

12. Biden suaviza plano tributário.

13. Pedidos de desemprego no radar, antes do discurso de Powell.

14. Ações da AstraZeneca sobem mesmo quando os temores da vacina se recusam a ir embora.

15. Petróleo cai apesar dos relatórios de estoque.

16. Orçamento no radar.

17. Começa a alta da inflação.

18. Campanha de vacinação da Europa acelera, ao contrário das fábricas.

19. Ações dos EUA mistas.

20. Petróleo oscila conforme a disciplina OPEP+ desliza.



Terça-feira, dia 06 de Abril de 2021.

1. De olho no Orçamento

No Brasil, os investidores acompanham as discussões em torno do Orçamento, aprovado na semana retrasada com uma reestimativa de R$ 26,5 bilhões para baixo das despesas obrigatórias do governo e uma elevação dos recursos direcionados a emendas parlamentares.O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta segunda-feira (5) que um entendimento em torno da questão deve atender a requisitos políticos, mas também jurídicos, de forma a evitar abrir um flanco para o governo Jair Bolsonaro nas eleições do ano que vem."O que é politicamente mais conveniente pode ser juridicamente inconveniente, e vice-versa", disse Guedes em videoconferência promovida pela XP Investimentos.Ele disse acreditar que uma solução para a lei orçamentária será definida "bem antes" da data limite para sanção ou veto do texto pelo presidente da República, em 22 de abril, e ressaltou a "boa vontade" de todos os envolvidos no processo.O Tesouro afirmou que o projeto cria o risco de "paralisação das atividades essenciais do Estado".Perto das 8h20, o EWZ, principal ETF brasileiro negociado no exterior, subia 0,21%. A alta destoava dos contratos futuros dos principais índices de Wall Street, após as fortes altas da véspera. Dow Jones Futuros caindo 0,12%, S&P 500 Futuros perdendo 0,19% e Nasdaq Futuros cedendo 0,24%.


2. China controla empréstimos bancários

O Banco Popular da China teria pedido aos maiores bancos comerciais do país que controlassem os empréstimos após um aumento no crédito nos primeiros dois meses do ano, de acordo com fontes da Bloomberg.A notícia empurrou todos os grandes índices acionários chineses para baixo em um dia em que a maior parte do resto do mundo seguia Wall Street em alta. O Shanghai Shenzhen CSI 300 caiu 0,4% e o índice de ações de crescimento Chinext caiu 0,7%.De acordo com a Bloomberg, o Banco Popular da China deseja que os novos volumes de empréstimos sejam praticamente os mesmos do ano passado. Isso implicaria uma desaceleração do crescimento do crédito para cerca de 11%, ainda um aumento considerável para um país onde a dívida pública e privada atingiu 280% do PIB no ano passado.


3. Criptomoedas atingem US$ 2 trilhões

O valor de mercado do universo das criptomoedas atingiu US$ 2 trilhões pela primeira vez, ajudado por um aumento de 35% no XRP para o maior patamar em mais de três anos.O Ether, cujo blockchain Ethereum é central para uma crescente rede de iniciativas e aplicativos de finanças descentralizadas (DeFi), também subiu mais de 3%, para o maior nível de todos os tempos.Analistas do JPMorgan observaram que os fluxos para fundos de Bitcoin diminuíram para cerca de US$ 50 milhões por semana, de um pico 10 vezes maior no final do ano passado .Ao mesmo tempo, os bancos centrais também estão promovendo as próprias moedas digitais: a China começou a testar transações internacionais usando a própria versão digital do iuan no fim de semana, a primeira movimentação de um grande banco central mundial.Às 08h32, o bitcoin era negociado em alta de 1,32% a US$ 58.480,6, enquanto o ethereum tinha alta de 2,82% a US$ 2.112,22 e o XRP saltava 45,30% a US$ 1,025.


4. Cabeças rolam no Credit Suisse

O Credit Suisse (NYSE:CS) (SA:C1SU34) fez uma limpa na alta administração do banco após dois fiascos que custaram bilhões de dólares no mês passado. A instituição também suspendeu seu programa de recompra de ações e cortou seus dividendos em dois terços.O banco suíço disse que o chefe do banco de investimentos, Brian Chin, e a diretora de risco e conformidade, Lara Turner, deixarão seus respectivos cargos, junto com vários outros executivos em níveis inferiores.O Credit Suisse disse que espera perder US$ 4,7 bilhões com a exposição à Archegos Capital Management, o escritório familiar do ex-administrador de fundos de hedge Bill Hwang. O banco suíço também enfrenta perdas relatadas em cerca de US$ 1 bilhão devido à exposição ao Greensill Bank.


5. Recuperação do petróleo

Os preços do petróleo bruto ampliaram os ganhos com as expectativas de que as economias dos EUA e da China continuarão a impulsionar uma recuperação na demanda global.Os preços caíram mais de 4% à medida que o mercado absorveu a notícia de um aumento inesperadamente acentuado na oferta da OPEP e seus aliados nos próximos três meses.Às 8h31, horário de Brasília, os futuros do WTI subiam 1,77% a US$ 59,71 o barril, enquanto os futuros do Brent avançavam 1,64%, a US$ 63,17 o barril.


Quarta-feira, dia 07 de Abril de 2021.

6. 4 mil óbitos em 24 horas

O Brasil registrou um recorde de 4.165 óbitos nesta terça-feira (6), o que eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 336.947, informou o Ministério da Saúde. A máxima anterior de óbitos em um período de 24 horas havia sido computada no último dia 31 de março, quando houve 3.869 mortes.O agravamento da pandemia da Covid-19 gerou maior incerteza e aumentou as pressões sobre a economia brasileira, disse ontem o ministro da Economia, Paulo Guedes. Em discurso enviado ao Fundo Monetário Internacional (FMI), ele disse que a nova onda da doença submeteu o país a um “estresse acima do normal para o cenário atual”.Enquanto isso, com a previsão de resultar em investimentos de R$ 10 bilhões, o governo promoverá nesta semana o leilão de 22 aeroportos, uma ferrovia e cinco terminais portuários. Chamada pelo governo de Infra Week, a semana de leilões começa hoje (7), com a concessão dos terminais aéreos à iniciativa privada por 30 anos.Divididos em três blocos regionais, os aeroportos serão leiloados a partir das 10h na sede da B3 (SA:B3SA3), em São Paulo. Os lances mínimos serão de R$ 130,2 milhões pelo Bloco Sul, R$ 47,8 milhões pelo Bloco Norte e R$ 8,1 milhões pelo Bloco Central.O EWZ, principal fundo de índice que replica o Ibovespa em Nova York, operava estável na pré-abertura.


7. Atas e palestrantes do Fed no radar

O Federal Reserve divulgará a ata da última reunião de política monetária, acrescentando mais nuances à mensagem do presidente Jerome Powell, esmagadoramente dovish. O documento pode representar um contraste interessante com a perspectiva cada vez mais otimista para a economia dos EUA: o Fundo Monetário Internacional (FMI) revisou para cima a previsão de crescimento do PIB dos EUA este ano para 6%, de 5,5% em janeiro.Também serão apresentados mais tarde os discursos de Thomas Barkin e Charles Evans, os presidentes do Federal Reserve de Richmond e Chicago.Enquanto isso, o presidente do Fed de Dallas, Robert Kaplan, disse em uma entrevista ao The Wall Street Journal que espera um crescimento de 6,5% e uma taxa de desemprego de 4% no final do ano, mas avisou ser cedo para retirar o estímulo monetário.


8. Onda de Covid-19 atinge rúpia indiana

A rúpia indiana caiu para uma mínima de quatro meses depois que o Reserve Bank of India reduziu o taxa de reserva cambial na última reunião de política monetária, um movimento que equivale a um modesto afrouxamento das condições monetárias.O RBI deixou as principais taxas de juros inalteradas, apesar de outro aumento da inflação no mês passado para mais de 5%.A economia indiana está lutando com uma nova onda de Covid-19. A média de sete dias para novas infecções atingiu um novo recorde na segunda-feira, enquanto a média diária de sete dias de mortalidade subiu para seu maior desde dezembro.A Índia reagiu ao aumento acelerando o próprio programa de vacinação, embora ao custo de restringir as exportações para países como o Reino Unido.


9. Ações devem abrir estáveis

As ações americanas devem abrir mistas mais tarde, estendendo uma consolidação que começou na terça-feira,Às 8h54, os contratos do Dow Jones Futuro, do S&P 500 Futuro e do Nasdaq Futuros estavam estáveis.O calendário de balanços é leve, com apenas Simply Good Foods, Lamb Weston e RPM International (NYSE:RPM). Outras ações que provavelmente estarão em foco incluem Amazon (NASDAQ:AMZN) (SA:AMZO34), cujo CEO Jeff Bezos sinalizou apoio aos planos do presidente Joe Biden de aumentar o imposto de renda corporativo, e Samsung (KS:005930), que revelou um aumento de 44% no lucro operacional no último trimestre durante a sessão asiática.


10. Petróleo dos EUA fica abaixo de US$ 60; estoques da EIA no radar

Os preços do petróleo bruto continuam a ficar abaixo de US$ 60 o barril, na esteira da decisão da semana passada da OPEP e seus aliados de aumentar a produção em mais de 1 milhão de barris por dia durante o segundo trimestre. O clima foi abafado pelo progresso da pandemia Covid-19 na Índia, América do Sul e Europa, que devem permanecer sob restrições que minam a demanda por algum tempo.CHARGE: Espera-se que a Páscoa traga dias mais doces nos amargos lockdowns europeusÀs 8h57, o futuro do contrato WTI subia 0,79%, a US$ 59,80 o barril, enquanto o Brent avançava 0,89%, para US$ 63,30 o barril.O governo dos EUA divulga os dados de estoques da semana passada às 11h30. Espera-se um declínio de 1,436 milhão de barris nos estoques de petróleo.


Quinta-feira, dia 08 de Abril de 2021.

11. Ameaça de interferência na Petrobras - de novo

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quarta-feira (7) maior previsibilidade na política de preços da Petrobras, além de transparência. O chefe do Executivo também pediu a participação do parlamento para aprovação do projeto do governo sobre a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis. Ele indicou que a política de preços da estatal poderia ser modificada com a aprovação do texto.Bolsonaro participou em Foz do Iguaçu (PR) da cerimônia de posse do general João Francisco Ferreira como novo diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional. Ferreira substituirá Joaquim Silva e Luna, que deve assumir a presidência da Petrobras assim que receber o aval do Conselho Administrativo da estatal - indicação feita pelo governo federal em crítica ao ex-presidente, Roberto Castello Branco, pelos reajustes dos combustíveis de acordo com a paridade internacional.Na noite de quarta-feira, a Petrobras informou em comunicado que "indagou o seu acionista controlador, por meio do Ministério de Minas e Energia (MME), sobre a existência de informações relevantes que deveriam ser divulgadas ao mercado, e até o momento, não recebeu resposta".Perto das 8h30, o EWZ, ETF brasileiro negociado em Nova York, subia 0,64%.


12. Biden suaviza plano tributário

Os planos do presidente americano Joe Biden de tributar mais as empresas estão se tornando menos ambiciosos do que sugeriam suas promessas de campanha eleitoral.O Tesouro dos EUA divulgou detalhes dos planos na quarta-feira. O imposto mínimo de 15% proposto na semana passada pela secretária do Tesouro, Janet Yellen, se aplicaria apenas a empresas com mais de US$ 2 bilhões em receita anual, em vez dos US$ 100 milhões sugeriados no ano passado.As propostas deram vida a um esforço multilateral para chegar a um acordo sobre uma estrutura comum para a tributação das empresas. Os ministros das finanças do G20 discutiram o assunto na quarta-feira e agora buscam novamente um acordo até julho. A iniciativa, que já tem quase uma década, perdeu muitos desses prazos, mas, se se concretizar, poderá evitar a criação de impostos nacionais sobre empresas de serviços digitais, removendo um grande pomo de discórdia entre os EUA e a Europa.A proposta tributária mais leve de Biden surtiu efeito nos três principais índices de futuros, que abriram e operam em alta.


13. Pedidos de desemprego no radar, antes do discurso de Powell

Os dados de pedidos de seguro-desemprego da semana passada serão publicados às 9h30, horário de Brasília, e devem retomar a tendência de queda após um salto inesperado para 719.000 na outra semana. Os analistas esperam 680.000 pedidos iniciais de seguro-desemprego, o que seria o segundo menor número desde o início da pandemia.Os dados de

reivindicações iniciais sugeriram que a pandemia não está de forma alguma eliminando empregos em todo o país, mas declínios constantes em medidas mais amplas de reivindicações contínuas e um aumento acentuado nas contratações e vagas indicaram que o mercado de trabalho está agora claramente ganhando impulso.O presidente do Federal Reserve Jerome Powell deve falar às 13h na reunião virtual de primavera do Fundo Monetário Internacional, mas é improvável que acrescente muito à ata da última reunião de política do Fed publicada nesta quarta-feira.


14. Ações da AstraZeneca sobem mesmo quando os temores da vacina se recusam a ir embora

As ações da AstraZeneca (NASDAQ:AZN) (NASDAQ:AZN) subiam 2,13% nas negociações de Londres após uma declaração atualizada dos reguladores médicos europeus ter resultado menos negativo do que alguns temiam.A União Europeia e o Reino Unido agora reconhecem uma possível ligação entre a vacina e distúrbios de coagulação potencialmente perigosos, mas ambos ainda argumentam que os riscos de tomá-la são superados por seus benefícios. A Agência Reguladora de Medicamentos e Saúde do Reino Unido identificou 19 mortes causadas por tais coágulos sanguíneos, depois de ter dispensado 20 milhões de injeções da vacina AstraZeneca.A vacina tem o maior número de pedidos antecipados em todo o mundo de qualquer medicamento Covid-19 devido à política da AZ de vendê-la a preço de custo enquanto durar a pandemia. Dessa forma, qualquer evidência de que é fundamentalmente inseguro seria uma ameaça às campanhas de vacinação nos países mais pobres. Isso é ainda mais importante porque países como a Índia e o Brasil estão enfrentando atualmente a pior onda de casos de Covid-19.


15. Petróleo cai apesar dos relatórios de estoque

Os preços do petróleo bruto continuam abaixo de US$ 60 o barril, em meio a temores de que as ondas da Covid-19 na Índia e na América do Sul retardem a recuperação da demanda global.Manchetes otimistas sobre os estoques americanos, que caíram mais do que o esperado na semana passada, também foram prejudicados por desenvolvimentos menos encorajadores nas tendências da gasolina, levantando questões sobre a força da demanda final.Às 8h56, os futuros do petróleo dos EUA caíam

0,4%, a US$ 59,55 o barril, enquanto os futuros do Brent recuavam 0,08%, para US$ 63,11 o barril.


Quinta-feira, dia 09 de Abril de 2021.

16. Orçamento no radar

O ministro da Economia, Paulo Guedes, negou ontem haver atritos com o Congresso Nacional na negociação sobre vetos ao Orçamento Geral da União de 2021. “Pela primeira vez, o governo e o Congresso estão construindo, juntos, o orçamento. É um time que nunca jogou junto. Mas somos parceiros, Poderes independentes que podem cooperar entre si”, comentou o ministro em evento virtual pela Câmara de Comércio Brasil–EUA e pelo Conselho de Negócios Brasil–EUA.Atualmente, de acordo com ele, o problema em torno do Orçamento centra-se em como apresentá-lo, já que há acordo político em torno da proposta. "O problema agora é como corrigir o excesso de gastos que foi encaminhando em um primeiro momento", completou.O Orçamento foi aprovado na semana retrasada com uma reestimativa de 26,5 bilhões de reais para baixo das despesas obrigatórias do governo e uma elevação dos recursos direcionados a emendas parlamentares.Perto das 8h13, o EWZ, principal ETF brasileiro negociado no exterior, caía 0,44%.


17. Começa a alta da inflação

Os dados de inflação de março provenientes da China confirmaram o início de uma expectativa de alta de preços, medida em termos anuais.A inflação dos preços do produtor do país subiu 4,4% no ano, a alta mais rápido desde julho de 2018 e bem à frente das expectativas, enquanto a inflação dos preços ao consumidor se recuperou para 0,4% no ano de -0,2% em fevereiro.A retomada deveu-se em grande parte aos efeitos de base causados ​​pelo colapso dos preços do petróleo há um ano. É provável que os mesmos efeitos sejam refletidos no IPP dos EUA, com dados divulgados às 9h30, horário de Brasília. Os preços devem ter alta de 0,5% no mês e de 3,8% no ano.O Federal Reserve disse repetidamente que espera ser um período temporário de taxas de inflação mais altas do que o normal, concentrando-se, em vez disso, no ritmo de recuperação do mercado de trabalho.O Brasil não fica de fora da divulgação de dados inflacionários, com a publicação do IPCA de março às 09h00 pelo IBGE. A expectativa é de uma alta de 1,03% no mensal e de 6,2% no anual, acima do piso superior da margem de tolerância de 1,5 ponto percentual acima da meta de inflação de 3,75%.


18. Campanha de vacinação da Europa acelera, ao contrário das fábricas

A lenta campanha de vacinação da Europa está dando sinais de finalmente retomar. O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, tuitou que a maior economia da Europa distribuiu 1,375 milhão de vacinas nos últimos dois dias, algo que reflete o fato de que a Alemanha só esta semana começou a permitir que cirurgias de clínica geral vacinassem contra Covid-19.As quatro grandes economias da Zona do Euro já vacinaram entre 13% e 15% de suas populações adultas, ainda muito menos do que os EUA e o Reino Unido, mas a diferença está diminuindo. A Itália, um dos países mais atingidos, provavelmente vai relaxar um pouco as restrições à vida social e empresarial com um decreto na sexta-feira, em resposta à queda nas taxas de infecção, informou a Bloomberg. A Alemanha, em contraste, continua a flertar com outro 'lockdown rápido e agudo'.Os dados econômicos da Europa permanecem, na melhor das hipóteses, mistos. A produção industrial da Alemanha, França e Espanha caiu em março. Os números tornam uma contração do PIB no primeiro trimestre consideravelmente mais provável.


19. Ações dos EUA mistas

As ações dos EUA devem ficar mistas após o fechamento recorde de quinta-feira na abertura, com os mercados de títulos em grande parte inalterados pela reabertura gradual da economia.Às 8h39, os futuros do Dow Jones e do S&P 500 subiam 0,29% e 0,19%, respectivamente. Já os futuros do Nasdaq 100 caíam 0,03%, com a reabertura das negociações começando a ganhar força novamente.As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem McDonald's (NYSE:MCD) (SA:MCDC34), que está fechando seus últimos restaurantes nas lojas Walmart (NYSE:WMT) (SA:WALM34) e Walt Disney (NYSE:DIS) (SA:DISB34), cuja previsão de reabertura do parque temático Disneyland no final do mês está ganhando maior cobertura da mídia, como símbolo de uma tendência mais ampla em todo o país.


20. Petróleo oscila conforme a disciplina OPEP+ desliza

Os preços do petróleo bruto continuam a flutuar lateralmente em um cenário de aumento da oferta e alguma incerteza sobre se a demanda está se recuperando rápido o suficiente para absorvê-la.Uma pesquisa da S&P Global Platts (NYSE:SPGI) sugeriu que a produção dos membros da Opep+ aumentou em 450.000 barris por dia em março, com a Rússia e o Iraque, o segundo e o terceiro maiores exportadores do grupo, ambos bombeando acima de seus limites acordados.Dois países não cobertos pelo acordo, Líbia e Irã, estão aumentando a produção também: a produção do Irã aumentou 130.000 barris por dia para uma alta de dois anos de 2,3 milhões b/d, enquanto a Líbia bombeou 1,19 milhão, uma alta de oito anos . Ela planeja bombear 1,45 milhão de b/d até o final do ano.Às 8h42, o petróleo WTI caía 0,07% para US$ 59,56 o barril, enquanto Brent retraía 0,19% a US$ 63,09.


Fonte: Investing.com

3 visualizações0 comentário